sexta-feira, 30 de agosto de 2013

SAUDADE TEM QUEM VIVEU

                                    

Quem diz que nunca sofreu
Que só de sonhos viveu
Que nunca teve uma dor
Nenhum sorriso desfeito
Não guardou mágoa no peito,
- A vida foi sem calor.


Quem nunca viu a saudade
Pousar de felicidade
E nos braços se deitar?
Quem não viveu mil amores
Colheu espinhos e flores,
 - Deixou o tempo passar.


Saudade é soma de vida
Das alegrias sentidas
Da perda de um grande amor.
Dos sonhos todos sonhados
Dos beijos mesmos roubados
Mas que deixaram sabor.


Saudade meu velho amigo
Não pense que é castigo,
É céu de quem diz ateu.
São melodias de amor
Perfume de toda flor 
É vida pra quem viveu. 
                   Jailda (Agosto de 2013) 

terça-feira, 13 de agosto de 2013

HOMENAGEM AOS ADVOGADOS

Então Ele se ergueu e vendo ali apenas a mulher, perguntou-lhe:
Mulher, onde estão os que te acusavam? 
Ninguém te condenou?
Respondeu ela: Ninguém, Senhor.
Disse-lhe então Jesus:
Nem eu te condeno. Vai e não tornes a pecar.
 
A isso, os fariseus lhe disseram:
Tu dás testemunho de ti mesmo;
teu testemunho não é digno de fé.
Respondeu-lhes Jesus: Embora eu dê
Testemunho de mim mesmo, o meu testemunho
É digno de fé... Vós julgais segundo a aparência;
eu não julgo ninguém. E, se julgo, o meu
julgamento é conforme a verdade, porque
não estou sozinho, mas comigo está o Pai que me enviou. 
 João 8:10-16